CuriosidadesVariedades

Dia do Trabalho: tecnologias multiplacam números de trabalhadores remotos

0

Com a popularização dos notebooks e smartphones, diversas funções começaram a ser desempenhadas em praticamente qualquer lugar

A tecnologia vem alterando a forma de lidarmos com diversos aspectos da vida cotidiana. Seja no caso de atividades recreativas, como assistir televisão, até a forma com que nos comunicamos, tudo foi transformado nos últimos 20 anos. E essa realidade não é diferente quando o assunto é trabalho.

De acordo com uma pesquisa da Gallup, um empreendimento de opinião norte-americana, em quatro anos (2012 a 2016) o número de trabalhadores dos Estados Unidos que responderam trabalhar pelo menos um breve período fora do escritório aumentou de 39% para 43%. No Brasil, segundo um balanço realizado em 2017 pela Spaces, uma empresa de coworking, 55% dos entrevistados disseram trabalhar em casa em pelo menos um dia semana.

E não é só no lar, contudo, que os trabalhos são realizados no século XXI. Seja em centros comerciais, praças, cafés, no transporte ou no meio da rua mesmo, muita gente continua trabalhando.

Essa constatação foi realizada pela Delloite, uma empresa multinacional de auditoria e consultoria, que em 2017 verificou que mais de 60% dos brasileiros entrevistados disseram utilizar os celulares para trabalhar fora do horário com alguma ou muita frequência.

Essa nova realidade do mercado exige adaptações e entendimentos específicos. A empresária Sylvia Bellio, CEO e fundadora da it.line, empresa eleita por quatro anos consecutivos a maior revendedora da Dell no Brasil, pontua que o trabalho fora do escritório também pode ser produtivo se as ferramentas adequadas forem utilizadas.

“Estamos vivendo um novo momento de relações laborais que trazem desafios para colaboradores e empresas. O fato é que temos dezenas de programas e devices que podem nos auxiliar nesse processo e transformar, com bom senso, qualquer local em uma sala de reunião”, pontua.

A especialista comenta que com bons notebooks, desktops ou celulares é possível realizar fora da empresa praticamente qualquer trabalho que exija gestão de arquivos digitais, planilhas, redação de textos, edição de imagens e vídeos e etc.

O trabalho remoto exige cuidados

Sylvia afirma que para quem nunca realizou um trabalho remoto, é preciso se preparar caso a oportunidade apareça. Ela lembra que apesar de parecer mais tranquilo, atuar fora da empresa exige cuidados e preparações específicas.

Apesar de não ser o ideal, há casos em que a pessoa está no meio da rua e é preciso responder um email, escrever um breve texto ou realizar qualquer atividade que utilize a internet. Nestes casos, muita gente acaba optando pelos Wi-fi públicos para que os dados móveis não sejam esgotados, principalmente em casos em que há um grande consumo de internet.

Neste caso específico, a especialista enumera seis cuidados importantes:

Certifique-se com um funcionário do local o nome correto da rede oficial do estabelecimento, pois hackers costumam criar redes com nomes similares para confundir e fazer as pessoas se cadastrarem por engano na rede deles.
Desabilite a opção conectar-se automaticamente as redes Wi-Fi, para não correr o risco de acessar uma rede mal-intencionada.
Use senhas elaboradas para proteger seu acesso às contas e equipamentos. É recomendado atualizá-las periodicamente.
Digite a senha propositalmente “errada”, na primeira vez, para verificar se o site aponta o erro. Caso isso não ocorra, desconfie.
Proteja seu equipamento de ataques virtuais, instale um bom antivírus e, se possível, adquira também um firewall. Faça sempre que necessário as atualizações solicitadas pelo sistema. Elas corrigem falhas que tornam os programas mais vulneráveis.
Em locais púbicos procure desabilitar o compartilhamento de arquivos e impressoras.

Softwares essenciais

A CEO da it.line explica, ainda, que existem programas que podem ser essenciais para o trabalho remoto. “Além de facilitar a vida, eles aumentam a produtividade. Esses softwares desempenham funções que até pouco tempo atrás precisavam ser todas manuais. Por isso, atualmente eles são indispensáveis para quem atua fora de um ambiente corporativo”, argumenta.

Abaixo estão alguns dos tipos de aplicações mais importantes para quem atua em home office ou de vez em quando até mesmo fora de casa. Todas elas possuem versões para computadores e smartphones:

Armazenamento em nuvem: o salvamento de arquivos na nuvem, tecnologia chamada de “cloud computing”, é uma das formas mais eficientes de troca de arquivos digitais. Esses programas e serviços não utilizam a memória física do computador dos usuários e permite o acesso e até edição de documentos por pessoas permitidas. O uso da nuvem é ideal para backups e para quem costuma lidar com transferências de arquivos pesados.

Programas de organização de notas: os programas de organização de notas servem como verdadeiros substitutos de agendas e cadernos. Além das anotações, vários deles possuem a opção de transformar o registro em um “post-it”, que pode ficar “colado” na área de trabalho do PC ou no menu inicial dos celulares.

Gerenciamento de projetos: os softwares de gerenciamento de projetos estão sendo muito utilizados por empresas que contratam freelancers. A partir deles é possível planejar as atividades e disponibilizar para todos abas com anotações com o que precisa ser realizado. Os programas ainda têm a possibilidade de determinar prazos e passos necessários para a efetivação do trabalho.

Programas de acesso remoto: está na rua e precisa de informações do computador? Ou ao contrário, está em algum lugar sem seu celular e precisa de informações que estão nele? Os programas de acesso remoto solucionam esses problemas. Eles interligam celulares a computadores, e vice-versa, e conseguem acessar arquivos que estão no dispositivo que você não tem acesso no momento.

Mensageiros: tão utilizados na comunicação diária para fins recreativos, os mensageiros acabaram se tornando essenciais para quem quer se comunicar de maneira instantânea. Eles estão substituindo, inclusive, os emails, já que contas corporativas já são usadas por empresas. Sylvia ressalta que nesse caso é preciso, porém, respeitar os horários dos colaboradores. Uma vez que esses programas estão na linha fina de recreação e trabalho, alguns gestores acabam extrapolando e enviando demandas fora do horário de trabalho, o que é bastante abusivo.

Sobre Sylvia Bellio

Iniciou a carreira no setor financeiro, atuando como gerente da área administrativa de grandes instituições bancárias.

Diretora Geral da it.line -eleito por quatro anos consecutivos o Maior Canal de Vendas Dell do Brasil.

Com mais de 15 anos de experiência no mercado de tecnologia conduz sua equipe de arquitetos de soluções e executivos de negócios para se posicionem lado a lado com os profissionais de TI na busca de soluções para resolver os desafios de negócios das empresas.

Agraciada, através de sua empresa, por anos consecutivos com os mais conceituados prêmios da Dell Computadores.

Introduziu no Brasil fabricantes como: Dot Hill Systems de armazenamento FC; EqualLogic armazenamento Iscsi; Force10 de networking; Compellent de armazenamento FC|ISCI.

Tem papel de destaque no empoderamento feminino dentro do universo da tecnologia. É a única mulher a compor o conselho das empresas parceiras da Dell no Brasil. Participou de diversas edições do Dell World e das últimas edições do Dell Women’s Entrepreneur Network.

Sobre a it.line

No mercado há mais de 15 anos, a it.line é uma empresa de tecnologia que oferece serviços de projetos de TI, Arquitetura Digital, Consultoria, Integração, Suporte, Virtualização, Cloud Computing e Segurança.

A empresa foi considerada, por quatro anos consecutivos, o maior canal de vendas da no Dell Brasil. Além disso, o empreendimento faz parte da elite dos canais Dell, pois é Titanium, degrau mais alto do programa Partner Direct.

Oferece toda linha de produtos Dell EMC através de um modelo de negócios direto com o fabricante e suportado pelos melhores profissionais de pré-vendas, vendas e pós-vendas do segmento.

Atua com base no conceito de ser, realmente, um provedor de soluções, não apenas mais um revendedor de produtos, a it.line participa ativamente junto aos projetos de seus clientes, suportando-os da pré-venda à pós-venda, provendo todos os serviços de suporte e assistência técnica que as soluções demandarem.

Os conceitos que resumem a it.line são: Tradição, Confiança, Respeito, Credibilidade e Flexibilidade.

Acesse: www.itltech.com.br

Pinda – Noite da Pizza – Casa Transitória

Anterior

Ilhabela recebe o programa Viagem Literária com apresentações da Cia de Tetro “Nóis na Mala”

Próximo

Relacionados

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Curiosidades