DestaquesEsportesPontos Turísticos

Escalada solitária por uma nova rota da Pedra do Baú

0

Entre os dias 25 e 29 de março de 2019, o escalador Eliseu Frechou estará escalando por uma nova rota, os 320m mais negativos da imponente parede amarela da face norte da Pedra do Baú em São Bento do Sapucaí, considerada o trecho mais vertical e negativo desta montanha ícone do montanhismo paulista.

O Conjunto rochoso formado pelas pedras do Baú, Bauzinho e Ana Chata, fazem parte da unidade de conservação estadual MoNa Pedra do Baú, administrada pela Prefeitura da Estância Climática de São Bento do Sapucaí  e a Fundação Florestal.

Eliseu tentará o feito sozinho, isto é, sem o auxilio de companheiros para fazer o suporte, segurança ou dividir as tarefas já exaustivas como fixar grampos e descobrir o novo caminho pelo gnaisse da Pedra do Baú.

Para realizar a empreitada, Frechou utilizará o que os montanhistas que escalam grandes paredes chamam de “estilo cápsula”, onde o escalador leva consigo todos o equipamento e alimentação para os dias que ele imagina durar os trabalhos. Assim Eliseu irá içar consigo mais de 70kg de cordas, mosquetões, equipamentos de proteção, um portaledge (maca usada para pernoite em paredes verticais), água e alimentação. O planejamento, que inclui mais de 600 itens, tem de ser minucioso, pois não há chance de reabastecimento na parede vertical, e uma vez adentrando na face negativa, o retorno para o chão se torna tão trabalhoso, que o caminho mais seguro é chegar ao topo e descer pela escada da montanha, uma via ferrata construída em 1953 pelo sambentista Antônio Cortês.

A nova rota, seguindo a linha mais negativa da montanha, é um trecho da pedra que desafia os escaladores mais experientes, mas que devido à sua verticalidade e má qualidade da rocha (extremamente decomposta), não foi encarada até o momento. Na última semana de março, Eliseu pretende traçar um novo caminho nesta face amarelada da Pedra do Baú, e deixar um novo caminho aberto para quem mais quiser repetir o feito.

Guia de montanha e atleta profissional, Eliseu dedicou mais de 35 dos seus 50 anos ao montanhismo. Desde 1989 estabeleceu diversas rotas no Conjunto Pedra do Baú, principal point de escalada do estado de São Paulo e cerca de 250 novas escaladas pelo Brasil e exterior ao longo de sua carreira. Em 1992, junto com uma equipe de 3 outros montanhistas experientes, conquistou a primeira via desta face, batizada de “Distraídos Venceremos”, ao longo de 5 dias de trabalho intenso. Ainda hoje, esta é uma rota de escalada desafiadora na qual poucos conseguiram ascender. Desde 1996, quando escalou o El Capitan com a primeira equipe brasileira, até o momento, Eliseu vem se dedicando a chefiar expedições brasileiras em diversas montanhas e grandes paredes pelo mundo. Conquistas e ascensões importantes nos EUA (El Capitan, Half Dome, Leaning Tower), Canadá (Lotus Flower Tower), Mali (Kaga-Tondo e Elephant), Guyana (Monte Roraima), México (Potrero Chico) e outras, estão detalhadas em seu site.

 

Contatos e mais informações:
(12) 3971.1470
frechou@montanhismus.com.br
http://www.eliseufrechou.com.br/sobre
http://www.montanhismus.com.br

Caraguatatuba – Praia da Martim de Sá recebe 1ª Etapa do Circuito Municipal de Futevôlei

Anterior

Taubaté – Gurilândia recebe reunião do “Bairro a Bairro – Orçamento Cidadão”

Próximo

Relacionados

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Destaques