Caraguatatuba possui vagas de emprego para pessoas com deficiência

Deficiente auditiva bilateral, Fernanda Regina Oliveira, de 30 anos, tem um desejo: oferecer uma vida melhor aos filhos com a futura contratação em uma loja de departamentos.  Gustavo Vieira de Oliveira, de 18 anos, diagnosticado com autismo, conseguiu há duas semanas o tão sonhado emprego com carteira assinada.

As duas histórias são fruto do trabalho realizado pela Prefeitura de Caraguatatuba, por meio da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência e do Idoso (Sepedi) e o PAT, que promovem e incentivam a inclusão de pessoas com deficiência (PcD) no mercado de trabalho.

Nesta semana, o setor de empregabilidade da Sepedi conta com cinco vagas de emprego, nas áreas de atendente, ajudante e vendedor. Segundo Ana Canuto, responsável pelo setor, as vagas mais procuradas são, repositor de loja, atendente, promotor de vendas, administrativa, motorista, empacotador e ajudante de caminhão.

Para realizar a inscrição e ser encaminhado à oportunidade de trabalho é necessário que o candidato compareça à Sepedi com laudo médico com CID (validade depende do tipo de deficiência), RG, CPF e currículo ou envie por email:emprega.pcd@caraguatatuba.sp.gov.br.

De janeiro a maio deste ano, 11 pessoas com deficiência foram empregadas em diversas áreas e empresas da cidade. A Sepedi realiza a intermediação entre o empregador e os candidatos, por meio do envio de currículo.

Segundo o setor de empregabilidade da Sepedi, esses números poderiam ser maiores. “As pessoas ainda têm preconceitos, quando deveriam pensar que contratar uma pessoa com deficiência é promover a inclusão”, explica Ana Canuto.

Ela ainda destaca: “A empresa só tem a ganhar. Para muitas pessoas com deficiência, trabalhar vai além da questão financeira, mas sim, adquirir experiência, interação social e também trabalhar o emocional, ocupando o tempo”.

Fernanda estava desempregada há dois anos. Ela conta que cria os dois filhos sozinha e precisava muito de um emprego. “Quando soube que a Sepedi realizava este cadastro, corri e me inscrevi. Em menos de uma semana me ligaram e agendaram entrevista para uma loja de departamentos da cidade”, disse.

Atualmente Fernanda está em processo de contratação. Toda a documentação já foi entregue, aguardando apenas a admissão. “Sou muito grata a todos que me ajudaram, hoje respiro aliviada”, relatou.

Já Gustavo, contratado por uma grande rede de farmácias, vê no primeiro emprego, a oportunidade de um futuro melhor, ganhando experiência e desenvolvendo suas habilidades. “Todos têm capacidade, é só saber explorar e se conhecer melhor. Arrisque!”, destacou o jovem.

O subgerente da loja, Thiago Monteiro Mathias, vê a contratação de pessoas com deficiência como qualquer outra vaga de trabalho. “Para nós é normal, sempre contratamos e todas as experiências foram boas e até melhores que com pessoas que não têm deficiência, pois eles se doam mais e querem ofertar o melhor para a empresa”, conta Thiago.

“Os comércios precisam abrir essas portas e acreditar no potencial e capacidade do candidato. É uma chance de ofertar uma vida melhor e mostrar que todos podem fazer o que quiserem, basta acreditar”, afirmou o subgerente.

A Sepedi está localizada na Rua Jorge Burihan, 10 – Jardim Jaqueira, telefone: 3886-3071 – horário de atendimento, das 8h às 17h.