Delegação de São José nos Regionais deixa ‘legado’ para escola

Depois de ser recebida com carinho nos dois últimos Jogos Regionais, a delegação de São José dos Campos está deixando um “legado” para a Escola Estadual Bairro Água Branca, em Ilhabela, no Litoral Norte. Várias equipes contribuíram para a formação de uma biblioteca para o espaço de leitura dos alunos.

Tudo começou em março deste ano, quando o chefe da delegação joseense, Claudemir Cabral, foi visitar o estabelecimento para avaliar a logística necessária para receber os atletas nesse mês de julho.

“Fiquei conhecendo o projeto da escola de criar um espaço destinado à leitura. Como a estante tinha ainda poucos livros, tive a ideia de lançar um desafio para que as nossas equipes fizessem doações”, conta Claudemir.

A ideia foi bem acolhida. Tanto assim que, ao chegarem à escola para a disputa dos Regionais, várias equipes e atletas fizeram suas doações. A primeira remessa veio da bocha, por meio do coordenador Térsio. Depois, na sequência, foram chegando as doações das equipes de natação, atletismo PCD e ginástica rítmica. Também vieram as ofertas individuais da professora Lila, do atletismo, e da atleta Larissinha, do paradesporto.

“Foi uma forma de agradecer a parceria do pessoal da escola, pois fomos muito bem recebidos pela diretoria”, acrescenta Claudemir. “Acho que plantamos uma semente na escola de Ilhabela e, devido à boa resposta dos atletas, podemos repetir esse gesto em competições futuras.”

Entusiasmo

A atleta do paradesporto Larissa Stéphanie Pelarin, a Larissinha, tem 23 anos e é portadora de Síndrome de Down. Além de ter sido a atleta mais “elétrica” da delegação, indo de um lado para o outro, conversando com todos, ela também foi a mais entusiasmada pela campanha de doação de livros.

“Eu gosto de ler e acho que os livros vão ser importantes para os alunos daqui lerem também e aprenderem mais”, disse Larissinha, ainda em Ilhabela. Ela levou mais de 40 livros para a escola. “Peguei tudo com a minha amiga Gabriela”, revelou.

Além de praticar natação e atletismo, Larissa sabe que a educação é muito importante na vida das pessoas. Ela se formou recentemente no ensino médio e, agora, pretende fazer faculdade. “Já estou juntando latinhas e moedas de um real para pagar o meu curso”, contou, animada.

Revitalização

O diretor da escola, Adriano Litério Cáceres, ficou contente com as doações recebidas. Os livros irão equipar o cantinho da leitura, um espaço que vai receber um tatame e almofadões para tornar o ambiente mais aconchegante e convidativo.

“A escola já possui a sua biblioteca, mas há cerca de três meses começamos a juntar livros para essa biblioteca dos alunos, que vai ter obras de interesse geral e de literatura para mostrar que ler é uma atividade agradável”, explicou. “O cantinho da leitura é parte de um projeto muito maior que estamos implantando, será uma revitalização completa da escola.”

Adriano ressaltou a importância do gesto dos atletas e dirigentes de São José, dizendo que a presença da delegação trouxe vida para a escola mesmo em um período de férias. “A vinda do pessoal de São José para cá está ajudando a tornar a escola mais conhecida, ela é nova, só tem dois anos, e agora a comunidade nos conhece melhor”, observou. “Até aparecemos na tevê…”

O diretor também fez questão de elogiar a delegação e se disse surpreso com a organização da delegação. “O comportamento foi excelente, são todos ótimos”, garantiu. “E nós ficamos admirados com o carinho e atenção que a Prefeitura de São José dispensa aos seus atletas”, concluiu.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *