Senac – Especialista ensina a impulsionar os negócios produzindo vídeos com o celular

Aprenda técnicas de filmagem e veja dicas de como configurar o aparelho para obter a máxima qualidade que ele oferece.

Basta navegarmos rapidamente pela internet para sermos impactado por dezenas de vídeos feitos no smartphone. De pessoas apaixonadas pelas ferramentas digitais a empresas conectadas com o universo on-line, alimentar os perfis virtuais com conteúdos audiovisuais se tornou indispensável para manter um contato com o mundo contemporâneo.

Anibal Clemente Junior, docente da área de tecnologia da informação do Senac São José dos Campos, destaca que um vídeo diz muito sobre quem o produz. “Quando publicamos um material amador e sem qualidade, estamos subjetivamente transmitindo a imagem de descuido, levando à percepção de que o produto, serviço ou conteúdo não tem relevância e não merece a atenção do cliente ou do seguidor”.

Ele reforça que muitos criadores de conteúdo e até mesmo microempreendedores têm bons produtos e serviços, mas pecam na hora de anunciá-los. “Materiais ruins atraem clientes e seguidores ruins. O concorrente, mesmo que ofereça qualidade inferior em seu atendimento, pode levar vantagem se produzir um material mais atraente. Investir em uma boa captação não é gasto, é investimento e faz a diferença para quem os assiste”.

Para ajudar qualquer pessoa a gerar vídeos de qualidade para suas redes sociais, o docente preparou um tutorial com diversas dicas.

Confira as dicas:

  • Conheça o aparelho

Esteja familiarizado com a configuração do smartphone. Usar a câmera no modo manual permitirá extrair o máximo que ela oferece, porém, é preciso ter certeza do que está fazendo para não se atrapalhar durante uma gravação, ou correr o risco de perder uma cena enquanto tenta localizar uma regulagem. Para quem não teve tempo de conhecer todas as funcionalidades do aparelho, opte pela configuração automática e utilize os atalhos de tela para atribuir mais luminosidade à imagem.

  • Limpeza da lente

A câmera pode entender que a sujeira na lente é o objeto que deve ser focado na hora de gravar, deixando todo o resto embaçado. Para isso não acontecer, use uma haste flexível para retirar poeira e marcas de dedo da lente. Atenção especial às capinhas de proteção externa, elas não devem encostar na lente para não danificá-la.

  • Iluminação

Faça testes antes de começar a filmar. Se a imagem ficar pixelizada (com quadradinhos), sinal de que ajustes serão necessários. Abuse da iluminação natural e, quando precisar, conte com o apoio do flash do aparelho, de luminárias e abajures. Se estiver muito claro, procure uma árvore ou uma cobertura para não ficar exposto aos raios solares, isso também evita sair no vídeo com os olhos semiabertos. Se deseja uma imagem bastante nítida, evite a contraluz.

  • Imagem tremida

Hoje, quase todos os aparelhos vêm com sistema de estabilização, mas ele não é efetivo se o usuário se empolga e faz vídeos caminhando e pulando. Uma dica para quem grava com frequência é comprar um mini tripé de mesa ou um estabilizador para smartphones.

  • Som

O áudio dos aparelhos modernos melhorou muito nos últimos anos, mas ainda não faz milagres. Tome cuidado ao filmar em ambiente aberto, que enfraquece o áudio da voz, ou em salas amplas, que podem dar eco. Escolha ambientes fechados e sem ruídos. Um microfone de lapela também pode resolver o problema a um preço bastante acessível.

Senac São José dos Campos

Endereço: Rua Saigiro Nakamura, 400 – Vila Industrial – São José dos Campos/SP

Informações: www.sp.senac.br/sjcampos

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *